sábado, 9 de janeiro de 2016

A BOLSA E MEUS PRECONCEITOS



Começou mal, ao receber e-mail de uma destas mulheres sorridentes e decididas que são ótimas para conversa de coquetel, mas só se dão com gente muuuito rica. 
Um casal que encontrara num jantar em NY vinha a Salvador e precisava de informações. Para tanto, nada melhor que nosso graaande amigo – coisa que nunca fui – para desvendar tooodos os segredos desta cidade impar. 

“Vão ser recebidos pela socialaite Leyde Slack que já colocou a disposição um carro muuuito confortável com o motorista Ronaldo que conhece ab-so-luta-mente tuuudo da capital”. Em anexo, o programa já elaborado. Tão imbecil que respondi sem rodeio “Definitely terrible”.

Sugeri uma das guias mais conceituadas da Bahia. Seguiu-se um rosário de perguntas num tom entre charmoso e autoritário. Sobre o Balé Folclórico da Bahia, precisavam saber exa-ta-men-te o que era. Declarando-se colecionadores, de museus não quiseram nem ouvir falar. Abaixo do Reina Sofia, Orsay e Arsenal de Veneza, nada existe.

Queriam, sim, nomes de grandes restaurantes, mas condescendiam em me convidar para um drinque no Deluxe Hotel, a vinte metros de minha casa. Honra a qual nem respondi. Passei da idade de aceitar meios-convites.


Falei á guia para evitar que viessem a minha casa, mas ela tanto fez que me vi forçado em abrir a porta. Casal nota dez. O homem alto, elegante, já coroa, com cabelo discretamente “dourado” por especialista caprichoso. Ela, ainda nos seus 30, loira e esguia, vestida como para fazer compras na Avenue Montaigne ou na Madison. 

Imitando Machado de Assis ao colocar (injusta) restrição a uma donzela só porque era coxa, eu diria que a gringa tinha, a meu ver, um defeito re-di-bi-tó-rio. Ostentava no ombro uma enooorme bolsa LV. Acontece que tenho horror a qualquer peça de roupa que evidencie a etiqueta de qualquer fabricante. 
E esta em particular. 

Adoradas pelas japonesas, as tais bolsas são vistas na França como diploma de nouveau riche. Mulher com classe nunca usaria. Assumindo meus preconceitos, consegui colocar o casal para fora de minha casa em dez minutos.

2 comentários:

  1. A simplicidade é o máximo da sofisticação. Feliz 2016!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino o comentário acima, ok Dimitri ?
      Lais Mel

      Excluir

Related Posts with Thumbnails